Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


segunda-feira, 27 de maio de 2013

A Mão Esquerda da Escuidão


 
A “Mão Esquerda da Escuridão” era um livro que há muito tempo eu estava querendo ler e por n motivos não havia conseguido.  Sempre falaram maravilhas de Ursula LeGuin, a autora, e ela está sempre nas listas dos top tops dos livros de sci-fi, mas eis que enfim consegui ler.
Eu não achei o livro tão grandioso quanto a minha expectativa; parece que quando vamos com muita expectativa à coisa não rola. Talvez eu ainda esteja influenciado pela Guerra dos Tronos, embora a história da Mão Esquerda seja muito boa.
Embora o título lhe remeta a algo sombrio, a história é um relato de um “enviado” (embaixador), para um planeta dividido em algumas nações. Tomado pelo gelo e de pessoas assexuadas que num período de 2,3 dias no mês, elas se transformam em freme, o que seria o período da versão feminina ou o período de procriação.
O título do livro remete a algumas tradições orais daquele povo que vive em geleiras. Estes relatos são entremeados durante a ação da história.
O objetivo do “Enviado” é trazer o planeta em questão para sua federação. Ele passa alguns problemas por causa disso e faz uma fuga épico por um deserto gelado. Apesar de boas as questões políticas e a forma que a autora conduz o livro,  a grande questão é a da sexualidade que é bastante exposta e sem preconceitos: misturando a virilidade e praticidade masculina e a delicadeza e paciência feminina, tudo numa mesma pessoa.
Acredito que a história tomou este rumo pelo fato de ter sido escrito por uma mulher.
O livro é bastante atual e de leitura fácil e dinâmica, como os livros de ação devem ser.
Aconselho bastante sua leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse blog usa moderação em menos de 24h seu comentário será exibido, desde que seja relevante.

 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias