Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Projeto de um Brasil Sustentável



Como primeiro post do ano, gostaria de comentar a foto acima que na verdade é exatamente assim que a casta de políticos nos veem, ou seja, como escrementos.

Antes de concluir o texto quero dizer que não sou tucano e nem petista, me considero anarquista e faço minha a frase principal do anarquismo:

“Para algo funcionar bem, tudo que existe deve ser destruído e começar de novo”

Voltando aos políticos, na verdade eles servem a interesse de empresários e fazendeiros que tem uma única missão: Enriquecesse a custa de todos, ter carros e roupas exclusivas, freqüentar clubes exclusivos e principalmente achincalhar os menos favorecidos.

A culpa vem de nós eleitores que votamos nesta turma, como naquela idéia de dividir o Para em mais dois estados, o argumento de quem morava na região de Tapajós e Carajás é que o governo central de Belém não lhe davam atenção.

Oras, mas quem elegeu o governador, senadores e deputados do Para? Será que os prefeitos e vereadores das cidades dessas regiões foram eleitos por eleitores de outras cidades?

Então mais do que ter uma idéia simplista de separação de estados, deveria haver um plano nacional de desenvolvimento das diversas regiões de nosso país, para que todas elas sejam no mínimo auto-sustentáveis.

Por exemplo: Na região do sertão nordestino, por que não criar regiões turísticas com cassinos, parques temáticos (Poderia se criar o Parque dos Dinossauros no sul do Piauí), hotéis, restaurantes, festivais musicais das mais diversos gostos e aeroporto, conseqüentemente a educação e a prosperidade chegariam a essa região, trazendo empregos e pessoas mais qualificadas e assim não dependeriam de bolsas-familias.

Aqui em São Paulo nas regiões periféricas poderia se aproveitar o potencial da juventude e fazer um programa revolucionário na educação que iria do pré até faculdade para a formação de médicos, engenheiros e tecnólogos.

Estes médicos cuidariam dessa própria população, afinal de contas nasceram ali e conhecem todos os meandros daquela região, em paralelo, estes engenheiros construiriam estradas, escolas, bibliotecas, centros esportivos e hospitais, dando oportunidade a musicistas, esportistas, cineastas e atores, além de mover toda uma máquina de cultura.

Os tecnólogos trabalhariam nas coisas mais praticas do dia-a-dia desenvolvendo robôs para as empresas de reciclagens e tecnologia para as grandes fábricas e porque não abrindo novos nichos de mercados de tecnologia, tal como desenvolver satélites, televisores, pen-drives e etc e vou mais além poderiam desenvolver armas para os militares.

Aqui são algumas ideias perfeitamente possível de serem aplicadas nessas duas regiões do país, pois dinheiro é o que não falta, como expliquei anteriormente o que falta são projetos de desenvolvimento e os políticos não poderiam estar pensando em coisas pessoais, mas sim neste projeto, enquanto não mudarmos nossa atitude em relação ao voto e não cobrarmos o plano nacional de desenvolvimento, o que vamos receber é isso:

Um comentário:

  1. Essas boas ideias só poderiam vir de um blogueiro inteligente e um escritor esclarecido como é o teu caso amigo.Infelizmente a maioria esmagadora dos nossos políticos não desejam usar o dinheiro que este país gera para um plano de desenvolvimento sócio-cultural para ajudar o nosso povo a viver melhor,eles querem é pegar tal dinheiro e desviar para as suas respectivas contas bancárias.Há até politico aqui neste país que construiu castelo medieval em suas terras.Era bom se homens de suas estirpe pudessem ajudar a governar a nossa nação.Enquanto aos nossos políticos?Vamos com o nosso voto abolir os maus políticos e investir em uma nova geração de políticos que venham tratar o Brasil como ele merece.

    ResponderExcluir

Esse blog usa moderação em menos de 24h seu comentário será exibido, desde que seja relevante.

 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias