Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


quarta-feira, 31 de agosto de 2011

A Metamorfose


Franz Kafta com certeza é meu autor clássico favorito de estilo acido e contestador e moderno até para os padrões de hoje.


Imagina você ir vai dormir normalmente e acorda num corpo de barata, é assim que começa a historia.

O conto trata das metamorfoses que a vida nos causa, além da cega obstinação que temos pelo material. (Eu virei uma barata, por que tenho que ir trabalhar pra ganhar dinheiro?)

Enfim a obra trata do desespero de não aceitarmos o que mundo nos trás.

Uma obra inquietante e transformadora.

É um livro de domínio publico, pus um link abaixo para quem quiser ler:

http://dominiopublico.org.es/libros/Franz_Kafka/Franz%20Kafka%20-%20A%20Metamorfose_pt.pdf

sábado, 27 de agosto de 2011

3001 - O Odisséia Final


Ultima parte da Odisséia Espacial escrito em 1997, aqui são explorados os avanços tecnológicos do fim dos anos 90 e a conclusão do mistério dos Monólitos e David Bowman.

Este livro é bem integrado com 2001, mas creio que o grande valor deste livro são as conjecturas mais reais das viagens espaciais.

A historia se passa em 3001, a humanidade apenas colonizou Gaminedes e Europa tinha uma forma de vida primitiva e neste momento começava-se a explorar os planetas mais externos como Urânio e Netuno, e uma grande terra transformação se passava em Vênus, totalmente plausíveis, dado as grandes distancias do sistema Solar.

É difícil falar da quarta parte sem abranger o todo da historia, talvez a 3ª parte pudesse ter sido abreviada, mas no geral a história e bem intrigante e os fãs de ficção cientifica deve se sentir satisfeitos.

O único senão é que fica uma curiosidade o que aconteceu pós-desativação dos monólitos, não sei Clarke não teve tempo de escrever algo ou se ele preferiu deixar isto em aberto (Nos anos 90 os autores costumavam deixar os finais em abertos).
Pena que acabou...

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O Alienista


Uma das coisas que o sistema educacional da minha época conseguiu, foi fazer uma grande gama de pessoas a odiarem os autores clássicos, depois de muitos anos longe da escola, eis que eu descubro um espetacular autor: Machado de Assis.

De escrita características e de historias, onde o comportamental humano é o foco, me deparei com “O Alienista”, uma historia de terror sem terror.

José Bacamarte, O Alienista (Atualmente conhecido como psiquiatra), vive na colonial Itaguai, onde se dedica ao estudo da insanidade e com plenos poderes para encarcerar na Casa Verde (O manicômio), quem apresentasse distúrbios mentais e logo quase toda a cidade é internada.

Vale aqui uma reflexão, o nosso médico em questão, achava um distúrbio uma pessoa que ficava dias e dias decidindo-se qual o colar que deveria ir a festa, ou aquele cidadão que fica parado na janela olhando os transeuntes passar.

Se levarmos assim, então, toda a condição humana é loucura, no final o próprio médico acha que está louco, pois é impossível ter um cérebro livre de defeitos.

É um livro de domínio publico e vale muito a pena ler esta obra e conhecer um dos nossos melhores autores.

sábado, 20 de agosto de 2011

A Casa de Arabu


Robert Howard tem dois celebres personagens Conan, o Climério e Krull, o conquistador, antes de qualquer coisa, gostaria de relatar que estava em busca de uma boa historia para ler e descobri este fabuloso autor.

A casa de Arabu não tem nenhum dos personagens famosos, se passa na época da antiga Caldeia, numa época envolta em misticismos e lendas.

Nosso herói foi amaldiçoado e ele parte numa jornada terrificante, em veredas onde nenhum homem jamais caminhou em busca de sua redenção.

O mais importante é a forma como Howard escreve, o clima e o ambiente ficam nítidos em nossas mentes, muita gente tenta copiar o estilo, mas ficam copias grotescas.

Na verdade conforme vamos lendo mais e mais, é compreensivo que ficamos mais exigentes e como muitos escritores não lêem, acabam sem entender porque suas obras não vão para frente.

Obra recomendadissima.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Superman & Batman X Aliens & Predador

Com o advento da Internet de banda larga e com a popularização do download, ninguém passa mais incólume, coisas antigas e fora de catalogo voltam a tona e outras nem saídas comercialmente já está disponível com tradução em português.


Onde isso vai parar? Eu tenho alguma, mas não é este o tema da prosa de hoje.

Quem viveu os anos 80 e 90, vai se lembrar que tudo que se produzia lá fora demorava anos para serem lançadas no Brasil e ainda assim muitas vezes vinham com cortes, falando de filmes, seriados, shows, Hqs, videogames e etc.

Alguns blogs em espanhol mostram como eram ricas as publicações em Hqs na Espanha e mesmo no Mexico, Argentina e Chile, graças aos fãs e a banda larga muitas dessas relíquias chegam agora em nossas mãos.

No meio destes downloads li um Hq de 2006 (Superman & Batman X Alies & Predador), não sei se ela foi lançada no Brasil, a historia não é lá grande coisa, mas me fez pensar em duas coisas:

1º) De acordo com o roteiro da historia, os Predadores são uma raça que circunda a estrela de Arcnotus e apesar do avanço tecnológica que utilizam em suas caçadas eles são animistas. Sendo assim será que existe uma historia periódica contando a historia dos Predadores ou só existem revistas em Crosovers?

2º) A fortaleza da Solidão do Superman, ainda é a coisa que mais me fascina no universo DC, pra quem não sabe a fortaleza da Solidão é uma pequena espaçonave, onde abriga uma intersecção de um universo em formação, ou seja, ela é maior por dentro do que por fora.

Pra quem quiser conferir esta historia, abaixo há o link.

http://www.ds-club.net/forum/portal.php

Até a próxima

sábado, 13 de agosto de 2011

Tau Zero



Tau Zero é uma ficção cientifica hard escrita por Poul Anderson o criador do aclamado filme Avatar.

Existe uma teoria em que se você converter o hidrogênio em antimateria você atinge o Tau (que nada mais nada menos que é a famosa equação da relatividade de Einstein) e quando mais próximo de zero você estará viajando numa velocidade incrivelmente absurda (muitas vezes a velocidade da luz), entretanto dentro da espaçonave se passa o tempo biológico.


A história conta a vida de 50 pessoas que vão colonizar um sistema planetário há 32 anos luz da Terra, entretanto, um acidente os desviam do objetivo e eles começam a atravessar o universo a uma velocidade espantosa chegando ao seu crepúsculo.

Como será que o ser humano se comporta, sabendo que o seu planeta e tudo que conheceu não existe mais?

O que será que vem depois do fim?

O livro aborda muito o aspecto psicológico, apesar de começar um pouco morno, ele vai esquentando conforme avançasse os capítulos.

Recomendado apenas para quem gosta de sci-fi.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Admirável Mundo Novo

Este é o tipo do livro que te faz pensar na vida e no que estamos nos tornando. Imagine um mundo onde as dores emocionais simplesmente não existem, pois são simplesmente curados com drogas, o sexo é livre, não existe o medo da morte e a obrigação do Estado é deixar seus cidadãos felizes, pois bem, este é o mundo de Admirável Mundo Novo.
O mais interessante neste livro é que os protagonistas vão mudando, dando direções muito diversas na trama, sendo assim, nunca se sabe o que virá a próxima pagina, mas estas nuanças todas nos trás há um jovem que viveu fora deste mundo utópico perfeito e simplesmente ele não consegue se adaptar sem um Deus, sem um sofrimento.
Neste conflito entre o velho e o novo modo de viver que se debatem nas paginas deste livro a questão principal é a seguinte:
- Encarar a vida da forma como ela é ou se drogar para viver uma vida feliz de ilusões constantes?
Os aspectos são debatidos de forma muito interessante mostrando os prós e os contras das duas opções de vida.
Apesar de uma dose clara de racismo, o livro é um dos melhores que já li, existe uma continuação chamada: “Regresso ao Admirável Mundo Novo”, leitura recomendada para quem gosta de questionar o status quo. 

sábado, 6 de agosto de 2011

O Circo Psicodélico Brasileiro


                “Eu tive um dia ruim”. -Pensou o cidadão comum, após descer do trem que parte do centro para o subúrbio, a passos largos, eis que chega a sua vila cheia de casas sem reboque de blocos cinza reluzentes.

                “Que bom!” – Pensou o cidadão, ao ver o boteco mal iluminado, além de bebidas alcoólicas e cigarros, aquele estabelecimento vendia outros tipos de “analgésicos”, dos mais nocivos e baratos fumados nos becos, até aos mais elaborados e finos, degustado nas grandes festas.
                O cidadão sempre teve curiosidade de experimental este “analgésico” de play-boy, mas custava caro, mas uma daquelas forças incontroláveis que se abate no ser - humano o vez comprar o tal produto e o experimentou ali mesmo e caminhou para sua humilde residência, um tanto decepcionado, por não ter dado nenhum efeito, antes tivesse tomado a aguardente.

                A passos lentos se topou com o carteiro que lhe com a voz em eco:
                - Uma carta pra você... – Uma carta pra vo...cê. – Uma car...ta pra vo...cê. – U...ma car...

                No coreto tocava uma música de circo no arranjo de uma caixinha de música e Raul Seixas cantava uma música nova:
                “Eu estou feliz, porque agora tenho o meu carro”
                “Eu estou feliz, porque tenho uma prestação de 30 anos”
                “Eu estou feliz, porque tenho a copa do mundo”
                “Eu estou feliz, Eu estou feliz, Eu estou feliz...”

                A canção repetitiva foi interrompida por uma marcha de deputados, à frente nada mais nada menos que o espetacular Jose Sarney, tirando dinheiro dos bolsos e jogando-os ao vento e gritando:
                “-Quem quer dinheiro?”

                E som da marcha àqueles políticos se estapeavam pelas notas de 3 cruzeiros, cruzados novos, novo cruzado, cruzeiro novo, algumas valiam vinte por cento mais e tinham a estampa de um gatilho, mas o cidadão estranhou aquela frase “Quem quer dinheiro?”, aquilo não encaixava.
              Então que percebeu que ao lado do coreto havia uma barraca de CDs piratas e Silvio Santos os vendia, utilizando os carnes, você pagava 12 prestações e no final retirava qualquer Cd pirata.

O Coreto deu lugar a beldades gustativas, tais como mulher-pêra, mulher-melancia, mulher-morango e outras que rebolavam ao som da marcha dos políticos que continuavam a brigar pelo dinheiro e do alto das lajes das casas simples, Ricardo Teixeira, dava risada alucinadamente, gritando:
            “- Eu sou o dono do mundo!”

O cidadão, puxou um cigarro e passou por toda aquela confusão, ainda teve tempo de cumprimentar o Bozo que discutia com o Datena de quem era a culpa pelo excesso de chuva no verão.
O cidadão pegou um pedaço de outdoor caído e deslizou pela ladeira, levado pela enxurrada do céu sem nuvens e novamente ao som da musica de circo com arranjo de caixinha de musica.
Deparou-se no portão de sua casa e tudo estava no seu lugar, percebeu que o efeito do “analgésico” havia passado e pensou:
           “- Nada que eu não tenha visto na vida real.”

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Odisseia Cósmica


Uma coisa que a Panini tem de bom foi ter lançado estes livros com sagas fechadas, pra quem não tem paciência de todo mês comprar revistas é uma mão na roda.

Odisséia Cósmica é ambientada no universo DC onde os heróis (Superman, Batman, o Lanterna Verde, Estelar, o Caçador de Marte e o demônio Etrigan), juntos com o tirano de Apokalipse o famigerado Darksaid.

Os Novos Deuses estão trabalhando na Equação Antivida e acabam libertando quatro espectros da entidade que tem por objetivo destruir 4 mundos, entre eles a Terra.

Como o fim do universo era evidente os celestiais uniram esta impensável aliança e se dividem em 4 planetas para lutar contra os espectros.

O final é bem empolgante.

Uma obra que vale a pena conferir.
 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias