Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


sábado, 23 de abril de 2011

O Principe


Disseram-me que para ser um bom escritor, deve-se ler os clássicos.

Maquiavel escreveu este livro em 1512-1517, que na verdade é uma carta para o soberano de Florença, Lorenzo de Medici, no intuito de explicar porque os estados italianos estavam enfrentando grandes dificuldades.

Através da historias dos gregos, romanos e persas, é explicado a formação dos estados e porque alguns soberanos prosperam e outros não.

Vale como uma aula de historia e começamos a entender porque o pão-e-circo é amplamente utilizado pelos políticos.

Eu achei uma literatura maçante (podem me tacar pedra), fala de verdades, talvez por causa disso que são poucas as pessoas que podem compreender esta obra.

O próprio Lorenzo de Medici não levou a serio está obra, mas quem quiser se aventurar a ler e talvez possa ter maior absorção do tema, abaixo há uma versão eletrônica.

Vou ver se encaro mais clássicos!

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cv000052.pdf

2 comentários:

  1. Eu já li há um tempo e achei maravilhosa também.
    É realmente um clássico que mostra-nos um novo ângulo do modo de governar.
    Indico ;D

    ResponderExcluir
  2. Olá, Amadeu!

    Estou com você... li este clássico faz alguns anos. Para você ter uma ideia de como foi difícil para mil, levei uns dois anos para acabar a leitura. Isso mesmo, dois anos. Entre várias idas e vindas, enfim consegui fazê-la. É um livro bem forte, mas não recomendo.

    Prefiro as biografias dos escritores clássicos. Assim consigo extrair muita coisa para escrever...

    Abraço!

    ResponderExcluir

Esse blog usa moderação em menos de 24h seu comentário será exibido, desde que seja relevante.

 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias