Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O que é Rondel?

Meu amigo João Esmeraldo lá do Ceará (que inveja!), muito gentilmente está me ensinando a compor rondéis.

Pra quem não sabe o que é rondel vou colar aqui o texto da Kate Weiss moderadora do Recanto das Letras:

O rondel como foi criado, é composto de três estrofes:
Sendo duas quadras seguidas de uma quintilha, de forma que os dois primeiros versos da primeira quadra se repetem no final da segunda, e o primeiro verso da quadra inicial repete no fecho da quintilha, assim: ABab / baAB / ababA "

O esquema de duas rimas apenas, é usado com freqüência. E a preferência é versos de sete ou oito sílabas, porém, não é rígida a maneira de compor, e nem obedece a esquema fixo de rimas, nem de metro.

Bom parece fácil, mas não é, devido a rigidez das regras (não estou considerando a métrica), mas sem mais delongas ai está o meu primeiro rondel:



Medita, pois, em teus passos
Medita, pois, em teus passos.
O que faria Jesus?
Se estivesse no vale dos ossos;
Carregando sua cruz.?

E trouxe-nos para sua luz.
Me libertou dos fracassos.
Medita, pois, em teus passos.
O que faria Jesus?

Se os sentimentos fossem escassos;
Na porta larga que nos conduz;
Para os infinitos desesperos?
Por que o veneno mel reluz?
Medita, pois, em teus passos.

2 comentários:

  1. Eu não conhecia muito bem esse tipo de poesia, achei muito bonita.
    bjux

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário, Amadeus!

    Parabéns pelo teu blog, tanto pelo serviço que faz ao mostrar teu processo e ensinar um pouco :) quanto pelos poemas. O verso que dá título a este poema aqui, em especial, está sublime!

    ResponderExcluir

Esse blog usa moderação em menos de 24h seu comentário será exibido, desde que seja relevante.

 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias