Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


terça-feira, 31 de março de 2009

ELA ELE E O DESTINO

Ela a noite com insônia, pensando no amor que havia perdido, refletindo o porquê de ser tão impulsiva, isso sempre destruía e afastava quem amava.
Ele demonstrava não se importar com as palavras dela, mas no intimo, sofria mais que qualquer pessoa sofreu de amor.
O Senhor Destino não têm sentimentos, apenas executa aquilo que vê na corrente do rio, vê a passagem que leva aos campos de ouro, onde a cobiça e ganância são as verdades, vê o castelo de cristal que o destino final de todos.
Enquanto isso, ela e ele sofrem por causa do próprio egoísmo, não fazem as águas refletirem o sentimento que sentem, sendo assim, o Senhor Destino nada poderá fazer.

sexta-feira, 27 de março de 2009

A MÁQUINA DO PRESENTE FUTURO

O rato de mobilidade limitada.
Plataforma de descanso mobilizada.
Botões finitos de palavras infinitas.
Imagens nítidas nas câmeras coloridas.

O cérebro cabe na palma da mão.
Labirinto de fios sem confusão.
Janela gráfica que fecha o ar.
Eletricidade que tudo faz funcionar.

Têm funções e tamanhos variados.
Antes eram estranhos e monstruosos.
Com ele a sociedade se adaptou.
O seu criador nunca imaginou.

“A máquina do presente futuro!”

terça-feira, 24 de março de 2009

A COISA MAIS BELA

São as estrelas do cruzeiro do sul brilhando.
Nos olhos da filha dos homens mais linda.
Eu necessito, eu preciso brincar com você.
Você me despertou o amor mais doce.

Pois havia dias que eram tediosos.
É como se Galileu não tivesse a luneta.
É como se os sábios não fossem estudiosos
É como se avó não pudesse ver a neta.

Coisa tão bela na minha imaginação.
Para alegrar um coração de pedra.
Se embriagar com vinho e cidra.
E nunca mais voltar para a consternação

quarta-feira, 18 de março de 2009

O CÉU ABERTO

Eu posso sentir o céu a minha frente, depois de tanto tempo em conflito com meus sentimentos, eu sinto que o céu se abriu a minha frente.
O que é paz para você?
E ter nada para se preocupar? É não pensar no dia de amanhã?
Para mim a paz, é quando estamos aprendendo mais de nós mesmos, é sentir o silêncio do cosmo, o cheiro das flores e o ar refrescante dos oceanos.
É esquecer a morte, os compromissos mundanos e estar, a cada dia, mais próximo se Deus!

Haicai do Absurdo Fantástico nº 8

Onde nascem os lírios?
Nascem da palavra dos sábios.

sexta-feira, 13 de março de 2009

AS OSTRAS

O tesouro é guardado
Com toda a segurança.
E nenhum rubi é roubado.
Inviolável até para a traça.

Apenas obedecem a voz.
Do grande rei Netuno.
Que fica muito feroz.
Quando alguém é gatuno.

Ficam amontoadas e paradas.
Formam as fazendas mais belas.
Que são suas magistrais perolas.

Apesar de serem fabricadas.
São as perolas que com carinho.
Orna toda corte do reino marinho

quarta-feira, 11 de março de 2009

O MUNDO DA REPRESA

Um homem gostava de pescar, sempre no final da tarde, inicio da noite, mas naquele dia uma Tilápia do Nilo, pôs a cabeça para fora da água e disse:
- Por que você nos caça?
O homem matuto, nunca tinha visto um peixe falar!-E retrucou:
-Eu faço isso para me alimentar!
Então o peixe convidou-o para fazer uma pequena viagem para baixo da represa, deu-lhe um comprimido que lhe permitiria respirar por debaixo da água.
O homem tomou e se pôs debaixo da água, onde viu coisas incrivelmente maravilhosas, difíceis de descrevê-las.
E sentiu enorme liberdade, podia ir para cima e para baixo sem amarras, enroscava as linhas e sumia com os anzóis dos pescadores e disse a tilápia:
-Nunca mais vou voltar para superfície...
Quando ele disse a última palavra, a voz sumia num eco que ia ficando cada vez mais distante...
No dia seguinte num jornal popular, a manchete era:
"Homem se afoga, sem motivo, na represa"

Haicai do Absurdo Fantástico nº 7

O que existe no além?
É a glória de Deus manifestada!

segunda-feira, 9 de março de 2009

AINDA O CASTELO MINEIRO - CRÔNICA

Escrevi um artigo sobre o castelo do deputado Edmar Moreira: (http://www.webartigos.com/articles/14548/1/o-castelo-mineiro/pagina1.html)

Causou certa polêmica, pois muitos acharam que eu estava defendendo o deputado, quanto na verdade eu estava mostrando como somos hipócritas, quando se trata do sucesso de uma pessoa.

Não tem nada haver com a questão dos miseráveis brasileiros, a questão aqui é filosofal e do sentimento humano.

Se alguém consegue ficar rico, logo o taxamos de ladrão, explorador, muquirana e sem coração, porém quando perguntamos:

- Se você ganhasse na loteria, qual a primeira coisa que faria?

As respostas geralmente são:
Sumir ou tacar fogo na empresa que trabalha;
Falar mal do chefe;
Viajar para algum lugar;
Comprar uma casa, um carro e por ai vai...

Nós que criticamos os ricos, se ganhássemos na loteria, ajudaríamos alguma instituição de caridade? Faríamos algo para os miseráveis do Brasil?

Penso que grande parte desse sentimento, vem da nossa cultura, pois o povo brasileiro reclama sem conhecimento, é contra o desmatamento da Amazônia, mas não dá soluções de como as pessoas desta região possa viver e progredir.

Procura dar um jeitinho em tudo seja no trabalho ou na vida pessoal.

Adora quebrar regras, subornar guardas de trânsito ou ganhar propinas nas empresas que trabalham.

E sempre tem desculpa: ora do patrão, ora dos políticos ou nos americanos e não faz nada para mudar.

Por tudo isso é que achamos que quem consegue ficar rico é ladrão, porém é sentimento está dentro de nós, para mudarmos este quadro só existe uma solução:

-EDUCAÇÂO!

sábado, 7 de março de 2009

EVOLUÇÃO ESPIRITUAL

O que alegou?
O que tornou?
O que rolou?
O que virou?

A longa estrada que leva ao oceano.
Passa primeiro pela grande montanha.
Não há recompensa por coisas fáceis.
E isso vai valer como experiência.
Para ser ensinada a neófitos entusiasmados.
Que ficarão decepcionados com a queda.
Mas que se alegrarão quando chegarem lá.

Então vamos lá!
Está na hora, amigo!
Não há tempo a perder!
E qual é o mal disso?

A borboleta antes de criar asas.
É uma lagarta que rasteja.
E que sobe o galho e cria seu casulo.
E quando ela se transforma na borboleta.
Mostra que venceu a sua montanha.
E seguindo este grande exemplo.
Vamos fazer nossa evolução espiritual!

Então vamos lá!
Está na hora, amigo!
Não há tempo a perder!
E qual é o mal disso?

O que alegou?
O que tornou?
O que rolou?
O que virou?

quarta-feira, 4 de março de 2009

segunda-feira, 2 de março de 2009

O CASTELO MINEIRO

Nos últimos dias, um dos assuntos mais comentados no Brasil, é o castelo do Deputado Edmar Moreira.

No ultimo domingo, um dos filhos do deputado, abriu as portas para o programa Fantástico da Rede Globo, e deu as explicações de como e quando foi construído este castelo.

As explicações dele nos pareceu, bastante plausíveis, afinal o deputado nos anos 80 era dono de uma das maiores seguradoras do Brasil. Em 1990, ao entrar na vida publica, cedeu o castelo aos filhos.

A idéia era construir um hotel, porém desde os anos 90, a infra-estrutura da região São João de Nepomuceno não aconteceu, ao contrario, regrediu, mas o que mais nos incomodou, foi à postura do povo brasileiro, que pensa que ser rico é sinônimo de ser ladrão.

Se você ou eu, trabalharmos duro, acordarmos cedo, perdemos fim de semana e ficarmos ricos. Quer dizer que viramos ladrão?

É óbvio não estamos defendendo o deputado, não sei se ele conseguiu o dinheiro de forma licita. A sociedade brasileira, pensa assim devido aos péssimos exemplos dos políticos nos últimos tempos.

Que o castelo mineiro é uma mostra da má distribuição de renda brasileira, sem dúvida, mas também é errado pensar que ser rico é ser ladrão.

Caso o deputado tenha culpa, que seja punido de forma exemplar. E só assim é que teremos uma civilização justa!
 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias