Recados e Novidades

Meu facebook:
http://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Para troca de livros:

Projeto Palavras Cruzadas:

"Já é vender a alma não saber contentá-la." Albert Camus - O Mito de Sísifo.

O projeto 'Palavras Cruzadas' promove encontros mensais (segundo sábado de cada mês) em que são lidos e discutidos trechos de obras importantes da literatura e filosofia surgidas à partir do século XX.

No encontro do dia 13/07 o livro utilizado será 'O Mito de Sísifo' de Albert Camus.

O evento começa às 15h30min.

A coordenação é de Vanessa Molnar, historiadora (USP) e escritora e Fábio Donaire, estudante do Bacharelado em Ciências e Humanidades (UFABC). Estamos localizados na Rua Professor José Franco, 166 – Bangu (a 10min da UFABC de Santo André, na rua do restaurante Frangasso).

A entrada é franca.


domingo, 15 de novembro de 2009

Existe água na Lua!

Fonte: Folha online

Os resultados do impacto que a Nasa (agência espacial norte-americana) realizou com uma sonda na Lua confirmaram quantidade significativa de água no satélite da Terra, divulgou a agência nesta sexta-feira (13).


A água representa um potencial recurso para sustentar uma futura exploração lunar.

Dados preliminares do LCross (Lunar Crater Observation and Sensing Satellite) indicam que a missão descobriu água com sucesso durante os impactos realizados em 9 de outubro, na região permanentemente coberta de sombras de Cabeus, próxima ao polo sul da Lua.


"Estamos extasiados", disse Anthony Colaprete, cientista do LCross e principal pesquisador do Centro de Pesquisa em Moffet Field, da Nasa.

"Múltiplas linhas de evidência" mostram que a água estava presente nas duas partes do material expelido pela cratera Cabeus, o que torna "seguro dizer que ela possui água", completa ele.

O grupo de pesquisa utilizou conhecidas "assinaturas" espectrais infravermelhas da água e de outros materiais e as comparou com o espectro próximo ao infravermelho coletado pela LCross para a verificação.

Cientistas especularam por muito tempo sobre a fonte de vastas quantidades de hidrogênio que foram observados nos polos lunares. As descobertas da LCross mostram que a água na Lua deve ser em maior quantidade e mais distribuída pelo astro do que suspeitado previamente.

O impacto criado pelo estágio superior do foguete Centauro do LCross criou um volume de material em duas partes a partir da base da cratera, diz a Nasa. A primeira parte era composta de vapor e poeira fina e a segunda, de materiais mais pesados.

Chaves

"Estamos revelando os mistérios de nosso vizinho mais próximo e por extensão do Sistema Solar", disse Michael Wargo, cientista-chefe lunar na sede da Nasa em Washington.

As áreas permanentemente sombreadas "guardam uma chave para a história e evolução do Sistema Solar", diz o comunicado da Nasa.

A agência espacial também diz que, desde que ocorreram os impactos, a equipe de cientistas da LCross "trabalhou sem parar" para analisar a gigantesca quantidade de dados que a nave coletou.

A equipe se concentrou em dados dos espectrômetros do satélite, que fornecem a mais definitiva informação sobre a presença de água. Um espectrômetro examina luz emitida ou absorvida pelos materiais, o que ajuda a identificar a composição deles.

3 comentários:

  1. Eu não sei que bem trás a humanidade (esse tipo de exploração). Mas... achei bastante interessante você divulgar. Assim podemos ter certeza da real estupidez dos homens. Onde todos deveriam buscar meios e, recursos para despoluir e poupar a água do próprio planeta, preferem vasculhar o solo do nosso vizinho mais próximo. Brincadeira!!

    "Estamos revelando os mistérios de nosso vizinho mais próximo e por extensão do Sistema Solar", disse Michael Wargo, cientista-chefe lunar
    na sede da Nasa em Washington.

    Obrigado Amadeu. Essa informação servirá para todos nós guardarmos(como recordação). Vamos ver se vai ter valido a pena, perder tanto tempo e
    dinheiro as custas das revelações dos mistérios da Lua. Vamos esperar para ver...

    Beijos da sua amiga Enigma!!

    ResponderExcluir
  2. Até concordo que a humanidade devia se importar um pouco mais com o próprio Planeta... Mas discordo da visão estreita de que a pesquisa espacial é mero gasto inútil de dinheiro...
    Muitas descobertas permitiram avanços tecnológicos e científicos, usados aqui na Terra... E as pesquisas contribuem com o vasto tema de pesquisa dos Astrônomos...

    ResponderExcluir
  3. Bom, minha visão a respeito desse assunto é bem simples.

    O ser-humano é que nem gafanhoto, onde passa tudo devora, então eu apóio a pesquisa espacial neste sentido, pois esse planeta não tem tantos recursos pra sustentar tanta gente.

    ResponderExcluir

Esse blog usa moderação em menos de 24h seu comentário será exibido, desde que seja relevante.

 
BlogBlogs.Com.Br diHITT - Notícias